Ano de mudança no Prêmio Questão de Crítica

Grace Passô, também contemplada, entrega o prêmio para Teuda Bara (Foto: Divulgação)

Em sua sexta edição, o Prêmio Questão de Crítica passou por mudanças importantes. Diferentemente dos anos anteriores, a cerimônia – que ocorreu no dia 16 de maio, no Sesc Copacabana – não reuniu candidatos nas mais diversas categorias. Coordenado por Daniele Avila Small, o júri – composto, além de Small, por Daniel Schenker, Mariana Barcelos, Patrick Pessoa, Paulo Mattos e Renan Ji – divulgou antecipadamente os vencedores e leu textos analíticos sobre cada um dos contemplados. Não houve a obrigatoriedade de premiar um artista por categoria – por exemplo, duas atrizes (Juliana Galdino, por Leite Derramado, e Teuda Bara, por Nós) tiveram seus trabalhos reconhecidos. As próprias categorias tradicionais (e mesmo aquela criada dentro do prêmio, a de elenco) foram relativizadas. Grace Passô ganhou pelo conjunto da realização de Vaga Carne, na medida em que, além de atuar, assina a dramaturgia e a concepção da encenação. O prêmio também se aproximou, de maneira mais direta, da dança ao contemplar o Festival Panorama e o espetáculo Para que o Céu não Caia, de Lia Rodrigues. A cerimônia foi marcada por dois vídeos – um com depoimentos de vários artistas sobre a ausência de pagamento dos R$ 25 milhões do edital do Fomento aos 204 projetos selecionados e outro em homenagem ao produtor Paulo Mattos, ex-funcionário do Sesc, trazendo à tona os artistas e espetáculos para os quais abriu espaço no decorrer do tempo.

Premiados:

Artur Luanda Ribeiro e André Curti (pela iluminação de Gritos)

Emílio de Mello (pela atuação em Os Realistas)

Felipe Vidal (pela concepção de Cabeça – Um Documentário Cênico)

Festival Panorama (pela importância no cenário artístico do Rio de Janeiro)

Grace Passô (pela realização de Vaga Carne)

Jé Oliveira (pela dramaturgia e encenação de Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens)

Juliana Galdino (pela atuação em Leite Derramado)

Lia Rodrigues (pela concepção de Para que o Céu não Caia)

Marcio Abreu (pela encenação de Nós)

Roberto Alvim (pelas concepções de Cesar: Como Construir um Império e Leite Derramado)

Teuda Bara (pela atuação em Nós)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s