Prêmio Cesgranrio destaca Gritos e Vaga Carne

carne1Grace Passô em Vaga Carne, trabalho contemplado em quatro categorias (Foto: Lucas Ávila)

Gritos, encenação que dá continuidade à pesquisa de linguagem da Cia. Dos à Deux, e Vaga Carne, texto e atuação de Grace Passô, lideram as indicações do Prêmio Cesgranrio referentes ao segundo semestre de 2016. Mencionado em três categorias, o espetáculo 5 X Comédia, assinado por Hamilton Vaz Pereira e Monique Gardenberg. Com duas indicações, Os Cadernos de Kindzu, da Cia. Amok, Amor em 2 Atos, dirigido por Luiz Felipe Reis, Cabeça – Um Documentário Cênico, assinado por Felipe Vidal, A Vida passou por Aqui, peça de Claudia Mauro, também presente em cena, Boa Noite, Professor, de Lionel Fischer e Julia Stockler, e Imagina esse Palco que  se Mexe, montagem de Moacir Chaves. Também foram lembrados com uma indicação O Escândalo Philippe Dussaert, Ordinary Days, Demônios, A Invenção do Amor, Tran_se e Céus.

Indicados:

Espetáculo – Os Cadernos de Kindzu, Gritos, Vaga Carne

Direção – Ana Teixeira e Stephane Brodt (Os Cadernos de Kindzu), André Curti e Artur Luanda Ribeiro (Gritos), Luiz Felipe Reis (Amor em 2 Atos)

Autor – Felipe Vidal (Cabeça – Um Documentário Cênico), Grace Passô (Vaga Carne), Claudia Mauro (A Vida passou por Aqui)

Atriz – Claudia Mauro (A Vida passou por Aqui), Fabiula Nascimento (5 X Comédia), Grace Passô (Vaga Carne)

Ator – Bruno Mazzeo (5 X Comédia), Marcos Caruso (O Escândalo Philippe Dussaert), Otto Jr. (Amor em 2 Atos)

Atriz em Musical – Vilma Melo (Chica da Silva, o Musical)

Ator em Musical – Hugo Bonemer (Ordinary Days)

Cenografia – André Curti e Artur Luanda Ribeiro (Gritos), Bel Lobo e Bruce Gomlevski (Demônios), José Dias (Boa Noite, Professor)

Figurino – Cassio Brasil (5 X Comédia), Marcelo Olinto (A Invenção do Amor), Paula Stroher (Tran_se)

Iluminação – Artur Luanda Ribeiro e Hugo Mercier (Gritos), Nadja Naira (Vaga Carne), Paulo César Medeiros (Imagina esse Palco que se Mexe)

Direção Musical – Alexandre Elias (Chica da Silva, o Musical), Luciano Moreira e Felipe Vidal (Cabeça – Um Documentário Cênico)

Categoria Especial – Eduardo Rieche (pela autoria do livro Yara Amaral – A Operária do Teatro), Grupo Nós do Morro (pelos 30 anos de atividade), Tato Taborda (pelas criações musicais dos espetáculos Boa Noite, Professor, Céus e Imagina esse Palco que se Mexe)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s